Miolo abre loja na China

Vinícola brasileira é a primeira a vender seus produtos na cidade de Shanghai

Fotos: Divulgação e Benício Siqueira

Os vinhos brasileiros agora estão à venda na China. Isso porque a Miolo Wine Group resolveu abrir uma loja naquele país. A vinícola já é conhecida por projetar o vinho fino nacional no mercado externo e larga na frente com a abertura da loja em Shanghai. A cidade chinesa desponta como uma das maiores consumidoras do mundo e, até o ano de 2014, deve ser o sexto maior consumidor de vinhos, conforme relatório de mercado divulgado pela Vinexpo este ano.

 

A Miolo será representada na China pela empresa local Ningbo Ke Peng, importadora exclusiva da vinícola brasileira. “Os vinhos brasileiros ainda são novidade na China, mas já despertam a simpatia de quem os degusta", afirma a importadora Jannie Jian. A Miolo ingressou no mercado chinês há cerca de um ano e já embarcou até agora cerca de 40  mil garrafas para o país. 
 
A loja de Shangai oferece os rótulos mais sofisticados da Miolo, entre eles, Lote 43, Quinta do Seival Castas Portuguesas e Merlot Terroir. Nos últimos anos, o consumo de vinho dobrou na China, de acordo com o documento divulgado pela Vinexpo. Entre 2005 e 2009, por exemplo, foram consumidas 1,156 bilhões de garrafas. 
 
No entanto, apesar de ser o país mais populoso do mundo, o consumo per capita ainda é pequeno, sendo de apenas um litro por ano, o que configura um grande potencial de crescimento segundo a gerente de Relações Internacionais da MWG, Morgana Miolo. “A grande vantagem de uma loja da Miolo em Shanghai é a visibilidade que teremos e a oportunidade do consumidor chinês encontrar os rótulos da Miolo em um local exclusivo, onde poderá conhecer melhor nossos vinhos”, afirma ela.

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário