Miolo na Venezuela

Líder no mercado nacional de vinhos finos entre as bodegas brasileiras, a Miolo é a primeira vinícola do Brasil a entrar no mercado venezuelano. A empresa fechou negócio, recentemente, com a importadora venezuelana Maison Blanche, tornando-se assim, a primeira vinícola do país a entrar no concorrido mercado da Venezuela. 

 
A Venezuela começou a investir recentemente na produção própria de vinhos, mas ainda impera no país a cultura da cerveja, devido à influência norte-americana. “O mercado de vinhos local está crescendo de forma gradativa nos últimos anos, mas o consumo ainda é baixo. O negócio abre portas para um novo mercado e mostra o interesse da Venezuela pelo vinho brasileiro. Estamos muito satisfeitos  e com grande expectativa”, afirma a gerente de exportação, Morgana Miolo.
 
A importadora Maison Blanche adquiriu 550 caixas de vinhos e espumantes da Miolo previstos para desembarcar em Caracas em novembro. Os rótulos que vão estar disponíveis na Venezuela são Gamay 2012, Cuvée Giuseppe Cabernet Merlot, Quinta do Seival Castas Portuguesas e Miolo Cuvée Tradition Brut.
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário