O Tempero da Vida

Os sabores que unem diversas artes

 

 
A sugestão para esse período de verão é “O tempero da vida”. Trata-se de um filme grego que gira em torno das memórias do personagem Fanis Iakovidis. De natureza turca, o personagem tem como referência de infância ter sido um dos 30 mil turcos de origem grega expulso da Turquia. No entanto, um de seus maiores legados culturais é o conhecimento gastronômico e segredos dos temperos adquiridos através dos ensinamentos de seu avô. Este era proprietário de uma loja de especiarias, cheio de sapiência, que além da gastronomia, passou também conhecimento sobre astronomia, amor e relações humanas através da magia da culinária. Fanis é obrigado, assim, junto com seus pais, a partir de seu país de origem, por questões de ordem política, e vai para Atenas, na Grécia. E deixa para trás o avô, um amor de infância e as melhores referências de sua vida.

Aos 35 anos, na condição de professor de Astrofísica bem sucedido, Fanis utiliza-se de suas memórias gastronômicas e dos temperos para poder manter viva as suas tradições turcas, os saberes e os valores de sua identidade cultural. Seguindo essa trilha, a temática da película demonstra como a arte da gastronomia constrói e mantém a memória social de uma comunidade. A articulação entre essas duas áreas denota uma dimensão comunicativa, que pode se manifestar nas vivências de um grupo que elegeu como valor, transformando o aprendizado em vida. Há, no conteúdo, temperos poéticos, cheiros, cores, sabores e histórias vividas. É interessante como certas histórias de ficção se misturam com nossas vidas, pois ao desenrolar os fios que nos transportam para outras fases, muitas vezes resgatamos fatos que ajudam a nos reconstruir.
 
 
FICHA TÉCNICA
Nome: O Tempero da Vida
Nome Original: Politiki kouzina / A Touch of Spice
Cor filmagem: Colorida
Origem: Turquia
Ano de produção: 2003
Gênero: Comédia, Drama
Duração: 108 min
Classificação: Livre
Direção: Tassos Boulmetis
Elenco: Renia Louizidou, Ieroklis Michaelidis, Georges Corraface
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário