O milho e seus benefícios

O milho é um alimento cheio de propriedades, é uma ótima fonte de vitaminas do complexo B, principalmente a B1. As vitaminas do complexo B são responsáveis pela manutenção da saúde emocional e mental do ser humano e contribuem para manter a saúde dos cabelos, pele e olhos. Também é fonte de fibras, vitamina E, vitamina C, vitamina A, antioxidantes e minerais como o zinco, cálcio, fósforo e manganês. 

 
O milho é uma excelente fonte de carboidrato, nutriente responsável pelo fornecimento de energia ao organismo. Em 100 gramas de milho podem ser encontrados, 138 Kcal sendo, 28,6 gramas de carboidrato, 6,6 gramas de proteína, 0,6 gramas de gordura e 3,9 gramas de fibras. 
 
Mas, deve-se ter atenção ao consumo em excesso, pois pode levar a um sobrepeso se consumido em quantidades maiores que a recomendada, principalmente se a pessoa for sedentária. O milho deve fazer parte de uma alimentação equilibrada e variada, pois um dos princípios de uma alimentação saudável é a variedade, desta forma, quanto mais variada a nossa alimentação, mais rica em nutrientes elas será. Os diabéticos formam um grupo que deve ter atenção à quantidade consumida, sendo recomendado o acompanhamento com um nutricionista.
 
A forma mais indicada de consumo é a cozida (milho cozido). Não exagerar no consumo de canjica, bolo, pamonhas por causa dos ingredientes que são adicionados a essas preparações, tornando-as muito mais calóricas.
 
No Brasil, o artigo 40 da Lei de Biossegurança (11.105/05) prevê a rotulagem dos transgênicos conforme o Decreto nº 4680/03. Esse decreto determina que todos os alimentos ou ingredientes alimentícios com presença de organismos geneticamente modificados (OGM) – acima de 1% da composição final do produto – sejam rotulados. 
 
A indicação é que a população faça a opção por alimentos orgânicos sempre que possível. O consumidor pode optar por não consumir milhos transgênicos se procurar por o milho orgânico, já que os demais milhos não especificam o teor do que está sendo vendido.
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário