CMN debate fortalecimento de bares e restaurantes

Foto: Elpídio Júnior
A valorização do setor de alimentação fora do lar (bares e restaurantes) como instrumento de fomento do turismo de Natal será o tema de audiência pública na Câmara Municipal, nesta terça-feira (5), a partir das 9h. Os vereadores do PMDB Felipe Alves e Bertone Marinho presidirão a mesa de debates, que contará com a presença de representantes das secretarias municipais de Serviços Urbanos, Meio Ambiente e Urbanismo, Saúde, Turismo e Tributação, além de membros de entidades representativas do setor no Estado, como a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Rio Grande do Norte (Abrasel-RN), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-RN), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL-RN), Fecomércio e Federação da Câmara dos Dirigentes Lojistas (FCDL-RN).
 
O vereador Felipe Alves, vice-presidente da comissão de Turismo da Câmara, lembra da importância do setor de bares e restaurantes da cidade como forma de incentivar o fortalecimento da economia natalense, principalmente por gerar mais de 150 mil postos de trabalho, além de incrementar a atividade turística na capital potiguar. Felipe destaca que a realização da audiência pública vai permitir um debate amplo entre os órgãos públicos e instituições privadas ligadas aos bares e restaurantes da capital potiguar no intuito de buscar alternativas para fomentar o setor que vem sofrendo com a falta de incentivo nos últimos anos. “Essa área deve ser prioritária em nossa cidade e está precisando de uma atenção maior por parte do poder Executivo. Esperamos que a audiência seja o início da tão sonhada recuperação do setor”, enfatizou Felipe Alves.
 
São diversas as necessidades atuais do segmento de alimentação fora do lar e o evento, no legislativo municipal, será a oportunidade de identificá-las, assim como de se pensar soluções integradas com o poder público. Atualmente, existe, no Brasil, cerca de um milhão de estabelecimentos neste ramo, que são responsáveis por cerca de 30% do PIB. “Por isso, o setor de alimentação fora do lar é estratégico como impulsionador da economia, especialmente em uma cidade de grande potencial turístico como Natal. Precisamos focar no que temos de melhor para garantir a geração de emprego e renda em nossa capital”, destaca o vereador Bertone Marinho.
 
Desperdício
Para o vereador Bertone Marinho, além de fortalecer o setor, é preciso também pensar outras questões como alternativas contra o desperdício, por exemplo. Bertone é autor de projeto de lei que visa diminuir o desperdício de alimentos, por meio de uma parceria entre restaurantes e Prefeitura Municipal. “A audiência também pode abrir as discussões para que seja viabilizado, em Natal, um projeto que combata a fome e, ao mesmo tempo, o desperdício, com a ajuda dos restaurantes e do poder público. Minha idéia é que itens com qualidades sanitárias e nutricionais ainda intactas possam chegar à mesa dos natalenses em situação de vulnerabilidade, que sofrem com a fome, garantindo, ao mesmo tempo, respaldo jurídico aos restaurantes que doarem os alimentos”, justifica Bertone.
 
Iniciativa semelhante já está em execução na cidade de São Paulo desde 2002, onde resultados importantes já foram obtidos. Somente no ano passado, o projeto paulistano atendeu a 501.384 pessoas através de 809 entidades com 511.123 mil toneladas de alimentos. “Se deu certo em São Paulo, também pode dar certo em Natal”, frisa.

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário