Miolo Wine Group e Viña Santa Rita

 
A Miolo Wine Group e a Viña Santa Rita estreitaram os laços e firmaram um novo acordo que prevê, a partir desta segunda-feira (5), a comercialização dos vinhos Santa Rita pela Miolo e a distribuição dos vinhos Miolo no mercado internacional pela Viña Santa Rita. As duas empresas são parceiras há mais de três anos.
 
Isso porque a vinícola do grupo chileno, a Viña Sur Andino, iniciou a elaboração do vinhos Costa Pacífico para a Miolo, que já é comercializado no Brasil. A Miolo, por sua vez, elabora o espumante Moscatel, sob a marca Terra Andina, na Vinícola Ouro Verde, no Vale do São Francisco – BA, para a distribuição da Santa Rita no mercado internacional.
 
“Já havia uma sinergia e uma identificação entre os dois grupos em função da filosofia de trabalho das empresas Miolo e Santa Rita. O que fizemos foi estreitar nossos laços para que tenhamos maior representatividade no mercado internacional, ao mesmo tempo em que aumentamos nosso portfólio” afirma Adriano Miolo, diretor superintendente do Grupo Miolo.
 
Os vinhos chilenos são os mais consumidos, na categoria importado, no mercado brasileiro. Para atender a essa demanda, a Miolo Wine Group passará a oferecer um portfólio mais completo e em diversas faixas de preço, desde R$ 25 na linha Costa Pacífico, até cerca de R$ 400 com o ícone Casa Real. Farão parte do novo portfólio da Miolo: na categoria premium, as linhas 120 e Santa Rita Reserva; na categoria super premium, o Medalla Real; na categoria ultra premium, o Santa Rita Triple C e o Pehuén, além do ícone, Casa Real.
 
“Estamos muito satisfeitos com a parceria entre Santa Rita e Miolo, porque acreditamos no potencial do mercado brasileiro e no trabalho desenvolvido pela Miolo no segmento de vinhos”, afirma Andrés Lavados, diretor de exportação da Santa Rita.
 
A Vinícola Santa Rita é a maior vinícola chilena em participação de mercado no Chile e uma das principais exportadoras de vinhos super premium. Está presente em 75 países nos cinco continentes e no mercado brasileiro há mais de 20 anos.
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário