Exportações de vinhos

Miolo tem crescimento de 40% em 2011

 

O ano de 2011 marcou a consolidação da Miolo Wine Group como uma das maiores exportadores de vinhos finos no Brasil. Durante todo o ano passado, a empresa obteve um crescimento de 40% nas exportações em relação ao ano de 2010. No total, foram embarcadas 320 mil garrafas para 31 países diferentes.

Foto: Divulgação / Miolo
Diante desse desempenho, a Miolo conquistou mais uma vez o troféu saca-rolhas na categoria maior valor exportado e maior número de países. A premiação é do Instituto Brasileiro do Vinho. “Como resultado de todo o trabalho, colocamos nossos produtos em grandes redes de varejo, como a Coop Dinamarca e a holandesa Gall & Gall, ambas destacadas entre as principais da Europa”, afirma o gerente de exportação, Fabiano Maciel. 
 
Além disso, os vinhos e espumantes Miolo também passaram a ser oferecidos no clube de vinhos Roosevelt em Shanghai e em restaurantes conceituados, como o londrino Fifteen, de Jamie Olivier, e o Toro Toro Restaurant, do grupo A Luxury Collection Hotel, em Dubai.
 
Outro fator importante para o resultado é que as exportações aumentaram para destinos em que a Miolo já está presente, como o Canadá, com crescimento de 140% no volume de vendas, e para Hong Kong, com aumento de 95%. A empresa também ampliou sua atuação na Finlândia em dezembro, quando venceu licitação para exportar o espumante Brut Millésime para o monopólio Alko. 
 
A Inglaterra se manteve como principal destino, importando total de 106 mil garrafas. Outro destaque foi a ação inédita de apresentar a primeira loja exclusiva da marca no exterior. O local escolhido foi Shanghai, na China. A loja pertence à importadora Ningbo Ke Peng.
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário