Keep Light abre modelo de distribuidor franqueado

A empresa de São Paulo Keep Light, especializada em delivery de refeições congeladas saudáveis, está ampliando sua atuação no mercado através da abertura de franquia para distribuidores de seus produtos. No final do ano passado, a empresa chegou ao Rio de Janeiro e Niterói, e agora visa alcançar as maiores capitais do país.

 
"Ainda em 2015, nosso foco é abrir essa operação nas principais capitais do país - Brasilia, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Curitiba e Porto Alegre - onde as pessoas estejam buscando praticidade e qualidade na sua alimentação e da família" conta Christiane Jimenez, sócia da Keeplight ao lado da empresária Betina Sehbe.
 
Fundada há mais de dez anos, a Keep Light atua desenvolvendo programa alimentares personalizados, com refeições congeladas rigorosamente controladas – é calcuada a quantidade de calorias de cada item. Os pratos são bem elaborados e o sabor caseiro é mantido, embora a empresa os produza em escala industrial.
 
O processo de expansão da Keep Light conta com a consultoria da Cherto, que ficou responsável pelo planejamento estratégico da implantação de franqueados com apoio de empresas em áreas como logística e plataformas de e-commerce. “O investimento inicial em infraestrutura pode variar entre R$ 50 mil e R$ 80 mil, com taxa de franquia de R$ 60 mil”, explica Betina Sehbe. O retorno é variável, mas é estimado em, aproximadamente, 12 meses.
 
Para a empresa, o momento atual é o mais adequado para ampliar seu negócio, já que a procura por alimentação saudável tem se intensificado da vez mais. Nos últimos cinco anos, por exemplo, a venda de refeições prontas congeladas cresceu 122%, e a de alimentos congelados, 81%. Ao adotar essa medida, a  Keep Light espera crescer de 40% em 2015.
 
Entre os produtos que a Keep Light dispõe em seu menu estão feijoada, salmão ao pesto, risoto de funghi, ravióli de zucca e escondidinho de carne, além de sobremesas como torta de limão, pavê de chocolate, tiramisu e brigadeiro de colher.
 
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário