Gastronomia e hotelaria: café da manhã, o grande desafio!

Opinião - Arthur Coelho

Compartilhe:

26/08/2019 - 02h45

Impressionar, encantar, seduzir e transformar a experiência da hospitalidade em momentos inesquecíveis é a grande missão da hotelaria. Trazer essa experiência arrebatadora e memorável não é simples! Sua complexidade já começa logo pela manhã: café da manhã.

Um simples café da manhã pode ser tão encantador quanto um café da manhã regado a espumantes e borbulhas de amor! O carinho da montagem, a organização, a recepção, o alimento bem apresentado, exposto numa louça agradável aos olhos, limpa, sem rachaduras, pontas quebradas, desgastada pelo uso excessivo, é tão importante quanto a comida que dentro dela está.

Copos limpos e bem polidos, talheres suficientes, pratos organizados de forma ergonômica, que não cause barulhos, quedas, dificuldades para o hóspede que por algum motivo tenha alguma dificuldade de manuseio, locomoção ou mesmo de altura para servir-se com segurança. Tudo isso implica em olhar um “simples café da manhã” com o máximo de carinho e atenção possível.

Sair da zona de conforto, da observação rotineira do “piloto automático” e estar atento aos mínimos detalhes, com certeza farão a diferença em seu café da manhã. Lembre-se que, quem se hospeda em algum lugar, independentemente da quantidade de estrela que se tenha em sua classificação, deseja receber o “melhor”, o “mais encantador”, o “mais acolhedor” e o “mais inesquecível” que em sua própria casa.

Trate seu café da manhã como se fosse a única refeição e a única oportunidade mais duradoura (em termos de contato) que você terá com o hóspede, pois em geral, em hotéis/pousadas próximos ao litoral, o hóspede não faz outros consumos com tanta permanência nos restaurantes.

Nesse momento de contato duradouro, mostre seu potencial de Alimentos & Bebidas, seu melhor serviço, sua atenção com idosos, crianças, clientes com necessidades especiais. Transforme o seu café da manhã em um momento único para o hóspede e para sua estada.

Esse momento único deve ser marcado por simpatia (sem excessos), por atendimento gentil, ágil (sem correrias e atropelos), diminuindo o tom de voz caso seja necessário, mas seja sempre claro, tenha informações precisas sobre seu hotel/pousada, serviços oferecidos e opções para uma alimentação em outro horário (almoço/jantar/happy hour).

Use toda sua criatividade para encantar, de forma ética, sem sensacionalismos, mas com profissionalismo, atendimento personalizado (se for o caso), experiência produtiva e, principalmente, marcante para o hóspede, pois ele será o seu multiplicador de boas notícias sobre seu hotel/pousada, “apenas” dizendo ou pontuando seu estabelecimento como acolher, gentil, encantador, eficiente e inesquecível! Quer mais? Se você já conseguir isso, levante as mãos para os céus e agradeça, pois, somos muito mais exigentes do que imaginamos, todos nós, hora estamos atendendo alguém e hora estamos sendo atendidos.

Por isso, transforme esse desafio da hotelaria – café da manhã, em um momento mais que um simples ato de se alimentar, faça com que seja inesquecível, encantador e aprazível sentir-se acolhido, alimentado e ter o seu dia transformado em alegrias duradouras, mesmo que sejam por poucas horas! Sucesso em sua empreitada e que venham os hóspedes, pois o café está coado!!!