Chapelatto trouxe a Natal produtora de café especial para workshop

Fotos: Benício Siqueira / Deguste
A produtora de café Milena Rodrigues veio a Natal a convite do Chapelatto Coffee Shop, que tem à frente a barista Tamyris Bezerra
 
A produtora de café Milena Rodrigues esteve em Natal no sábado (11), a convite do Chapelatto Coffee Shop, para participar do Workshop de Cafés Especiais, realizado no salão de eventos do Tyrol Business Center, no bairro do Tirol. 
 
Milena faz parte de uma cooperativa de 12 produtores do sul de Minas Gerais, localizada no município de Nepomuceno, que produz o café especial Flor de Café, que recebe notas a partir de 84 pontos dos classificadores de café do país. 
 
Milena Rodrigues fez uma digressão sobre a história do café
 
Com altitude variando de 850 metros a 1.250 metros, a cooperativa produz, segundo Milena, um café que valoriza as características da microrregião do sul de Minas Gerais, conhecida como Cercanias do Vale do Rio Grande.
 
Na sua explanação, Milena Rodrigues fez um histórico sobre a descoberta e os primeiros consumos do café no mundo, sua vinda para o Brasil, no Século XVIII, e sua participação no mercado internacional nos dias atuais, que coloca o país como o maior produtor de café do mundo, com 35% da produção total.
 
Milena Rodrigues produz o Flor de Café, em Minas Gerais
 
A produtora também falou sobre os cafés comuns, o chamado café "gourmet" e os especiais, os tipos de cafés, a importância da torra bem feita; o plantio, a colheita, o manejo do café, a secagem, o beneficiamento e os defeitos do café, que são observados na hora dele receber a classificação.
 
Segundo Milena, o Brasil planta dois tipos de cafés: o arábica e o robusta, sendo que o arábica responde por cerca de 80% da produção nacional. Essa produção se concentra praticamente em seis estados: Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo, Paraná, Bahia e Rondônia.
 
Ao final do workshop houve degustação do café Flor de Café
 
A palestra de Milena terminou com uma degustação de cafés, envolvendo um café simples, vendido em supermercado, e o café que ela produz. O objetivo foi o de mostrar aos participantes do workshop a sensível diferença de sabor entre um café especial e o nosso café do dia a dia, ainda consumido na imensa maioria das casas dos brasileiros. 
 
Chapelatto ainda vai promover outros dois workshops em novembro
 
Tamyris Bezerra, barista e sócia do Chapelatto, gostou muito do workshop de Milena, por ela ter feita uma verdadeira "introdução" ao mundo do café, tendo em vista que a grande maioria do público ainda não tinha tido uma experiência dessa. "Fiquei super feliz porque as pessoas interagiram bastante com a produtora, fazendo perguntas e tirando dúvidas. O café é um tema apaixonante".
 
O Chapelatto ainda vai promover mais dois workshops em novembro: no dia 18, no mesmo horário e local, os cafés coados serão o destaque. Tamyris e seu sócio, o barista Ricardo Bezerra, comandarão o curso. Eles vão falar sobre o universo dos cafés especiais, perfis de torra, como comprar e adquirir cafés, moagem ideal, entre outros assuntos.
 
Um grupo de 15 pessoas participou do primeiro workshop promovido pelo Chapelatto
 
Em seguida haverá um momento para demonstração de quatro métodos de coagem e degustação de cinco grãos selecionados na última Semana Internacional do Café. O investimento para participar desse workshop é de R$ 65,00 por pessoa.
 
Fechando a programação, no dia 25 de novembro, também das 15h às 18h, no próprio Chapelatto, Tamyris e Ricardo Bezerra darão dicas a respeito de harmonização de cafés com alimentos. Os participantes terão a oportunidade de passar por uma experiência sensorial em uma degustação de cafés com doces, salgados e oleaginosas, além de saber mais sobre cafés especiais, torra e moagem dos grãos. Para participar de dessa oficina a pessoa paga R$ 90,00.
 
Workshops no Chapelatto Coffee Shop
Quando: dias 18 e 25 de novembro, das 15h às 18h
Onde: Tyrol Business Center e Chapelatto Coffee Shop
Quanto: R$ 65,00 (2° workshop) e R$ 90,00 (3° workshop)
Informações: (84) 99710-3550

Comentários

Deixe seu comentário

voltar <