Descobrindo as belezas de Galinhos

Publicado por Lucas Alencar em 12 de abr de 2019

Compartilhe:

Texto: Benício Siqueira

Cheia de belas paisagens, a cidade de Galinhos, no litoral norte do estado do Rio Grande do Norte, vem ganhando cada vez mais visibilidade no turismo por causa de seus muitos atrativos naturais.

Rodeada por dunas, salinas, manguezais, um lindo farol, praias, um braço de rio e várias opções de por do sol, a península de Galinhos fica distante 170 km de Natal, e o seu principal acesso é feito pela BR-406 e depois pela RN-402 até o porto de Pratagil. Os carros ficam guardados em um estacionamento vigiado 24 horas. Desse local, pega-se um barco e cerca de 10 minutos depois, chega-se à cidade, com cerca de 2.500 mil habitantes.

Turistas vão conhecer o farol em passeios de charretes

Galinhos parece uma cidade que parou no tempo. Sem a infra-estrutura de lugares mais badalados como Pipa ou São Miguel do Gostoso, o grande atrativo do lugar realmente são as suas belezas naturais e a simplicidade de seu povo, que recebe os turistas com um grande sorriso no rosto.

Apesar de suas limitações por ser uma península pequena, Galinhos e seu distrito de Galos já dispõem de boas opções de pousadas e restaurantes, que garantem uma estada com mais conforto.

Entrada principal onde os turistas chegam de barco

Mas o “luxo” para mesmo por aí. No mais, é explorar a região a pé, de charrete, de buggy ou de barco. A Deguste esteve, recentemente, nesse paraíso e mostra pra você um pouco do que é Galinhos, que também é um lugar ótimo para a prática do kitesurf e Stand Up Paddle.

Galinhos é um convite ao ócio, ao sossego e a apreciar as coisas simples da vida, sem a menor pressa. A ordem, por lá, é simplesmente relaxar!

Um passeio inesquecível com Júnior Tubarão

Júnior Tubarão é, literalmente, o cara em Galinhos, assediado por todos os turistas que desejam fazer o famoso passeio de barco para conhecer mais de perto as belezas naturais que fazem a fama dessa cidade.

Bastante extrovertido e carismático, Júnior Tubarão cativa facilmente as pessoas com muita informação sobre a fauna e a flora locais, além de contar estórias de sua vida pessoal, como a do tempo em que trabalhava na construção civil, em Belo Horizonte. Com saudades do contato diário com o mar, ele largou tudo e voltou para Galinhos, dando início, há oito anos, ao seu bem sucedido projeto de trabalhar com turismo através dos passeios de barco, comprado fiado por R$ 3 mil.

Júnior começou seu negócio comprando um barco “fiado”

O passeio completo dura cerca de cinco horas – das 9h até às 14h – pelo braço de mar que os nativos chamam de rio e oferece algumas paradas, sobretudo para um gostoso banho de mar. Existe um passeio com menos tempo, voltado para apreciar o pôr-do-sol. Ele começa por volta das 15h, porém é igualmente surpreendente e visita praticamente os mesmos lugares do passeio completo.

Enquanto os turistas se divertem, ele prepara ostras frescas

Mas o que poderia ser apenas mais um passeio como muitos outros que existem por aí, esse de Júnior Tubarão é pontuado por várias surpresas agradáveis, como envolver a gastronomia, utilizando produtos frescos encontrados ali mesmo, como ostras e peixes. Esse diferencial já justifica o passeio. Conhecer o cavalo marinho e outros peixes também é outra atração.

Cenários de Galinhos proporcionam fotos de grande beleza. Júnior pega as ostras vivas

O tour começa margeando o manguezal, quando podem ser avistadas muitas garças (branca e azul) e, principalmente, os caranguejos, quando a maré está baixa. Nesse ponto, Júnior fala da importância desse ecossistema e de sua necessidade de preservação.

O passeio continua em direção a uma salina e suas montanhas de sal. Lá, o guia explica que são separados dois tipos de sal, um que vai ser processado para consumo humano, e o outro que é utilizado nas ruas para ajudar a dissolver as neves de países mais frios.

Júnior Tubarão ainda leva as pessoas para conhecer as dunas do Capim (com seus cataventos eólicos) e do André. E entre uma parada e outra, ele já começa a preparar a refeição, mergulhando com snokel para pegar as ostras frescas, abundantes no local.

Enquanto as pessoas estão tirando fotos nas dunas, Júnior Tubarão veste seu uniforme de chef de cozinha e elabora um menu especial, ali mesmo no “rio”, que para muitas pessoas é o ponto alto do passeio: ostras, sashimi e ceviche de peixe fresco, às vezes, pescado durante o passeio, ou encomendado no dia aos pescadores locais.

Ostras são apanhadas durante o passeio de barco

No entanto, as surpresas não param por aí. Para agradar os seus clientes e tornar a refeição ainda mais prazerosa e inesquecível, Júnior Tubarão arma no pé do morro algumas redes e serve a comida numa mesa flutuante. Não tem como não se encantar com esse momento. De sobremesa, é servido abacaxi ou salada de frutas.

O resultado disso tudo é um passeio maravilhosos com lindas paisagens, comida fresca e saborosa, boas risadas com Júnior Tubarão e bons momentos vividos para serem eternizados nas muitas fotos tiradas a toda hora.

Turistas bebem espumante durante o passeio

E para fazer esse passeio, é preciso acertar com muita antecedência, vez que a agenda de Tubarão vive lotada de reservas, que ele cumpre rigorosamente. Não adianta querer furar essa fila que ele não faz isso. Inclusive, Júnior já deixou de fazer o passeio com muita gente famosa por não ter agendado antecipadamente. “Eu sou um profissional e tenho que honrar os meus compromissos assumidos. Não é porque uma pessoa é famosa que eu vou furar a fila e deixar de atender quem marcou antes e viajou de muito longe só para fazer esse passeio comigo”, explica o ‘embaixador’ do turismo de Galinhos.

Passeio de barco Júnior Tubarão
Fones: (84) 99119-2965 / 98115-2772
Instagram: @galinhostubarao

Galinhos Frutos do Mar

Depois de sofrer uma sequência de três assaltos em 2013, quando possuía o restaurante Costela no Bafo, no bairro de Lagoa Nova, em Natal, o jornalista e chef de cozinha Lourimar Neto avaliou que chegara a hora de fechar as portas de seu estabelecimento e procurar outro lugar para trabalhar.

 

Juntamente com a sua esposa, a também chef Lany Sousa, os dois abriram, em 2015, o restaurante Frutos do Mar em Galinhos, cidade que eles já conheciam muito bem porque possuem casa de veraneio desde 2002.

O que mudou foi a proposta de trabalho dos chefs, que deixaram de lado as carnes para valorizar os produtos mais abundantes na região, os peixes e frutos do mar, bastante apreciados pelos turistas.

Moqueca de peixe com camarão serve bem duas pessoas

Instalado em um amplo terreno de 900 m² a menos de 100 metros da praia, o restaurante tem um cardápio enxuto voltado exclusivamente para o mar, com foco nas moquecas no melhor estilo capixaba, que não levam dendê, cuidadosamente preparadas por Lany.

São apenas quatro entradas e 10 pratos, sendo cinco variações de moquecas: de peixe; de camarão; de peixe com camarão; de peixe, camarão e lagosta; de peixe, camarão, lagosta, polvo, ostra e vôngole.

Bonita entrada do restaurante Galinhos Frutos do Mar

As outras opções de pratos são: peixe frito; uma tábua com peixe, camarão, lagosta, polvo, ostra e vôngole; Risoto ao frutos do mar; Espaguete ao frutos do mar e o famoso Polvo à lagareiro com arroz e pirão.

Com o intuito de levar uma vida mais sossegada, o casal evita receber muitas pessoas de uma única vez, nem grupos de expedição. Apesar de bem instalado, o restaurante dispõe somente de quatro mesas para acomodar apenas 20 pessoas, no estilo slow food, em que tudo é feito na hora para valorizar o sabor e a textura dos alimentos. “Para que ter pressa aqui em Galinhos?”, pondera Lourimar.

Ambiente rústico e aconchegante dispõe de quatro mesas

As moquecas levam de 30 a 40 minutos para chegarem às mesas, recebendo muitos elogios dos clientes. Outro destaque do cardápio é o Polvo à lagareiro, tradicional prato português bastante apreciado.

O lugar é bem tranquilo, ideal para um almoço ou jantar regados a um bom papo bebendo uma taça de vinho, de preferência branco para melhor harmonizar com os frutos do mar. O ambiente também chama a atenção pelo uso de elementos regionais na decoração, deixando a casa muito bonita e aconchegante.

A moqueca tem sabores típicos do verão potiguar

 

Outro destaque do restaurante é o serviço, feito exclusivamente por Lourimar Neto. Bom de conversa, ele mesmo puxa assunto com os clientes e, a partir daí, estabelece uma relação mais próxima, deixando-os muitos à vontade. “Eu adoro conversar com as pessoas. Já fiz muitos amigos aqui”.

Decoração típica das casas à beira-mar

O resultado de tanta dedicação do casal está no reconhecimento do público, que elogia bastante a casa nas mídias sociais, fazendo com que o TripAdvisor, o maior site de viagens do mundo, já concedesse três certificados de excelência, para orgulho dos chefs.

Restaurante funciona em uma rua a 100 metros da praia

O restaurante Frutos do Mar tem um horário estendido de funcionamento, das 11h às 21h, todos os dias da semana nesse período de alta estação. Fora dessa época, ele fecha aos domingos.

Galinhos Frutos do Mar
Rua Prefeito Nho Galvao, 250, Centro
Galinhos/RN
Fone: (84) 99443-2228
Instagram: @frutosdomar_rn

Pousada Chalé Oásis é sinônimo de aconchego

Se você quiser ser bem acolhido em Galinhos, o seu destino deverá ser a pousada Chalé Oásis, do casal de portugueses Jorge Souto Maior e Clara Pinto Machado, que desde 2002 dão a sua contribuição para tornar essa cidade um destino turístico que contemple, além das belezas naturais do lugar, boas opções de hospedagem.

E é exatamente isso o que se encontra nessa pousada. Além de oferecer acomodações confortáveis, a forma como Clara Machado recepciona os hóspedes é para causar uma ótima impressão logo na chegada. Bem ao estilo brasileiro, a portuguesa faz questão de cumprimentar as pessoas com um forte abraço. Isso quebra qualquer ‘gelo’, não é?

A partir daí, fica muito bem claro entender que esse lugar é para ser vivenciado como uma extensão de sua casa, em que os olhares atentos dos donos não deixam passar nada despercebido, tudo para tornar a estada das pessoas a mais agradável possível.

A pousada tem piscina com hidromassagem em frente ao mar

Com apenas oito acomodações, entre suítes e chalés, a pousada Oásis fica super bem localizada em uma área de apenas 1.200 m², a poucos passos do rio, que na verdade é um braço do mar, logo à direita de quem chega de barco vindo do estacionamento do porto de Pratagil.

Todos os quartos possuem TV a cabo, chuveiro de água mineral (a água da cidade é muito salobra), são climatizados e têm uma bonita decoração com objetos regionais, que se estendem para as áreas externas. A pousada oferece wi-fi gratuito e tem uma piscina de frente para o rio com banheira de hidromassagem.

 

A Oásis ainda possui um restaurante, que está aberto para almoço e jantar com pratos à la carte, que valorizam os frutos do mar com um toque português. Há, também, opções de pratos vegetarianos e kids. O café da manhã é servido nele a partir das 7h30 e contempla frutas frescas, sucos, bolos, queijo, presunto, tapioca feita na hora, ovos fritos, pães e muito mais.

E para quem prefere dar uma pausa nos passeios, a pousada ainda oferece espreguiçadeiras de frente para o rio, ou melhor, o mar. Aí é só relaxar, contemplar o lindo visual, saborear os coquetéis de fruta e intercalar um mergulho na piscina com outro no mar.

A pousada recebe hóspedes de vários países e de todo o território nacional, principalmente de São Paulo. Da região, chega muita gente de Recife, Fortaleza e Natal.

Pousada Chalé Oásis
Rua Beira Rio, S/N
Galinhos/RN
Fones: (84)3552-0024 / 99184-2045
Instagram: @chaleoasisgalinhos
Facebook: /chaleoasisgalinhos
email: chaleoasis@chaleoasis.com